ORANICE LISBOA
   
  MENU
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

LINKS ÚTEIS
  Ozyah
  Vajrah
  Calendário da Paz
 
MEUS ESCRITOS
ADS_image_create Kathy Beal Spirit of Hawaii.jpg
  ADS_image_create Kathy Beal Spirit of Hawaii.jpg
MYNAUISE – Minauise (pronúncia)

Myna -> Tesouro (conteúdo)

U – unidade (Cálice)

Ise – a Vontade concentrada




Mynauise – Derramamento de Luz – Canalização de Luz do Céu para a Terra.

Luz que se verticaliza pelo Cálice do Coração que contém o Tesouro que flui livremente do Céu para a Terra, o Poder do Pai para o Seu Filho Amado, iluminando todos os seres com as bênçãos e dádivas de Suas Poderosas Virtudes, derramadas pela força do Espírito Santo em nós, resgatando toda a Criação à sua forma e conteúdo originais, livre das barreiras do tempo, alcançando assim, uma amplitude de expansão que penetra o Seio da Terra, a nossa Amada Mãe Gaia, que, com Alegria, distribui todo o Seu Amor e Seu Zelo a todas as criaturas viventes, transformando o Seu Corpo, que nos abriga e acalenta, em uma Estrela Rutilante, perfeitamente harmonizada com a Fonte Original. Toda a Natureza se regozija com tamanho esplendor de rara felicidade e imensa liberdade. A Alegria Divina expande-se por todos os seres; a escuridão se faz luz. E o Filho cumpre a Sua Missão de retorno à Casa do Pai com a restauração da Filiação, com a consciência da Verdadeira Luz do Senhor, que é a Unidade em plena manifestação. EU SOU O EU SOU. Somos todos UM.
Eu Sou Luz!
Eu Sou Medicata da Humanidade.

Petrópolis, 08 de outubro de 2006.

Oranice Lisboa

;.;.;.;.;.;.;.;.;.;.;.;.;.;.;.;

21 de junho de 2006
O MILAGRE É O AGORA




Tenhamos coragem de entrar em nosso interior para iluminar a escuridão que acumulamos em forma de mágoas, tristezas, vivências e experiências, boas ou más, tesouros do ego, que ele teima em preservar.

Estabeleçamos em nossa consciência a diferença entre o ego e o nosso Eu Real, para que possamos abrir “espaço” dentro de nós, deixando que o Espírito Santo atue e nos dê a diretriz certa e verdadeira, fator essencial para nossa libertação.

Independente de seitas, religiões, crenças exacerbadas, grupos políticos, etc., vamos imaginar dentro de nós um grande “ovo” que vem sendo gerado por nossos pensamentos, emoções, recordações, sofrimentos, conscientes ou inconscientes, os nossos traumas. Esse “ovo” está sendo aquecido pelos nossos sentimentos, dando vida a um peso dentro de nós, que é sempre realimentado por nossa teimosia ao ouvirmos o ego, em nele acreditar e aí acumularmos toda esta densidade que nos prende à matéria.

Vamos seguir o raciocínio: sabendo que somente o Eu Real de cada um, pode penetrar nesse “ovo” e aí fazer uma limpeza, vamos deixar sair, queimar e transmutar com um poderoso fogo de luz violeta, tudo que lá encontrarmos. Não guardemos nada, deixemos tudo sair, dissolver e liberar o que possa ser ou nos parecer ruim ou mesmo bom. As aparências lá nos enganam porque nós mesmos as criamos e lá as colocamos para alimentar nosso ego que teima em nos dominar, através do sofrimento e dos apegos de uma ilusória alegria.

É evidente que para penetrarmos nesse nosso “ovo”, temos de nos munir de toda a coragem porque lá mora o medo, a culpa, o egoísmo e tudo o mais que estivemos construindo ao longo de nossas vivências. Lá estão nossas emoções, os nossos erros, as nossas omissões, os nossos sentimentos nobres e os mais vis, mesclados entre si, sempre enganando-nos em nosso julgamento.

Cabe enfatizar aqui que a nossa coragem pode e deve ser reforçada por um suporte espiritual, ou seja, uma ajuda externa que nos possibilite a conexão à nossa Fonte, à nossa origem divina, ou seja: se você tem uma religião, segue alguma seita, está preso a crenças, ou é devoto praticante, não importa, vá lá onde freqüenta e peça uma bênção ou oração especial, um alimento espiritual para sua caminhada. Pode fazer isso durante sete semanas seguidas como preparação. E assim fazer em todas as outras religiões a que cada um pertença. Para aqueles que em nada crêem, não se ligam em religiões ou demais crenças, podem pedir diretamente ao Espírito Santo e daí esperarem a resposta que poderá vir sob a forma de alguém que poderá ajudá-lo ou alguma circunstância que lhe revele o próximo passo a dar. Também podem lançar mão da ajuda de um psicólogo(a) ou terapias alternativas que lhe proporcionem ativar os canais para o surgimento da coragem e equilíbrio suficientes para adentrar o seu mundo inconsciente e lá levar a luz do conhecimento verdadeiro, livrando-o de fantasmas autocriados e mantidos pelo medo, pela raiva e pela culpa.

Toda essa movimentação em prol do alimento da coragem requerida, propiciará o acionamento da vontade consciente, elemento essencial para se entrar nesse “ovo” e lá fazer uma limpeza, transformando tudo em luz, deixando sair o que é ruim e entrando tudo o que é bom.

Já preparado convenientemente pelas preces e orações, genuinamente trabalhadas em seu coração e sua consciência, você “sentirá”, em si mesmo, o momento certo. E todas essas forças adquiridas se transformarão em um archote luminoso que irá revelando o caminho e as pedras que lá estão, para que você não vacile, não tropece e caia. Mantenha firme a sua fé e o archote jamais se apagará. A chama será sempre contínua e ininterrupta e essa mesma chama irá alimentar o fogo onde você colocará e queimará aquilo que não é mais preciso e que vem travando e retardando a sua real evolução. Acredite nisso e não tenha pressa, deixe fluir naturalmente as soluções.

O mais importante de tudo isso, é saber que ainda que você não se recorde de nada deste processo e não tenha ainda sonhos para lembrá-lo, tudo se estará realizando de acordo com a sua vontade superior, alimentada no âmago do seu ser por uma fé consciente, um espírito elevado e conhecedor de que o escudo protetor para penetrar nesse reino inconsciente é a retroalimentação do amor, da pureza e da inofensividade, abstendo-se de julgamentos em seus pensamentos, sentimentos, palavras e ações neste seu mundo interior e exterior, no íntimo secreto do seu coração. E, ainda importante, saber perdoar as pessoas, perdoar-se a si mesmo, livrando-se de vez de toda a culpa acumulada através dos tempos.

Tudo isso tem que ser trabalhado sem ansiedade, deixando que as coisas ocorram naturalmente, porque o reflexo do que estará acontecendo em seu interior, se fará presente em seu mundo de vivência externa, seja em forma de encontros inesperados com pessoas que você não vê há muito tempo, situações que se repetem, pessoas que muito amamos, etc., limpeza de armários, de papéis, renovação de roupas e calçados, coisas que podem parecer bobas a princípio, mas que estão somente refletindo a limpeza interior, “o deixar ir, o livrar-se do que já não é mais preciso”.

Nessa sutil caminhada, muitos poderão ficar com mais medo porque poderão achar que aquilo que os mantém presos aqui são as memórias adquiridas e cuidadosamente guardadas como um escudo contra a morte terrena. Essa preocupação é infundada visto que não devemos ter medo ou alimentá-la, porque essa limpeza não nos tornará santos ou mártires, não nos levará a nenhuma morte gloriosa, apenas estaremos assumindo o nosso Ser Real, o nosso poder do “agora”, sendo felizes e colaborando efetivamente para a construção de uma Nova Terra, um novo mundo pleno de Paz, de harmonia, onde todos somos irmãos carinhosos uns com os outros, sem julgá-los ou ferí-los. Não mais olharemos para a diversidade e sim veremos a Unidade de tudo, a verdadeira essência da qual somos todos compostos.

O resultado final de tudo isso é livrarmo-nos das catástrofes em nosso mundo pessoal e em nosso Planeta, ficarmos felizes, vivendo o “aqui e o agora”, confiantes de que nossa caminhada está sendo iluminada pela fiel Luz do Espírito Santo.



Mude sua atitude mental, você pode!

Ame, alegre-se e seja feliz!





Oranice Lisboa